14 de janeiro de 2017

1 de Janeiro de 2017

Limpar - pode não ser, para todos (não o é com certeza), um ato terapêutico como é para mim. Mas para mim é. É duro, difícil, consciente e libertador, é como já disse terapêutico. E por isso mais uma vez (já perdi a conta), limpei tudo, que é como quem diz apaguei todos os post antigos, todas as publicações no facebook e todas as imagens no instagram.
Pensei muito se devia também mudar de "morada", se devia escolher outro nome e começar tudo do zero. E não quis, porque para mim o que é terapêutico é o limpar, é o apagar. É continuar na mesma morada, (espero) com as mesmas pessoas, com o mesmo coração, comigo, para mim e para vocês.
Ainda não sei explicar muito bem o que é tudo isto... Mas tenho a certeza que estou a dar os passos certos. 
O Make me Happy, renasceu dia 1 de Janeiro de 2017.

1 de janeiro de 2017

[Adeus 2016] Olá 2017!

[Escrever para não esquecer.]
2016 chegou lentamente: o sol inundou a nossa casa, as flores frescas foram uma constante, compramos velas e apaixonam-nos mais um pelo outro. Eu cortei o cabelo e tu aceitaste comprar uns new balance "iguais" aos meus. A mim deram-me uns headphones e a ti muitos artigos e datas longe de mim. (Tentei) aprender a gostar do skype, do viber e do whatsapps. Sempre que deu, conhecemos muitos restaurantes e cafés novos, passeamos na nossa Lisboa e fomos num fim de semana romântico até ao Porto. Foi em Março que aceitei o facto do Santiago ser doido pelo Faísca Mcqueen e lhe dei a festa que ele tanto queria, foi também por essa altura que a minha Catarina me fez salvaguardar um dia muito especial em Maio de 2017 e eu disse-lhe que sim: que aceitava ser sua madrinha. Entretanto, olhei-te muitas vezes: feliz, realizado, eléctrico. Fui respirando fundo e tentando manter a calma. A distância - aquela que me faz chorar, ter medo e sentir-me (ainda) mais pequenina - foi chegando. O pai, a mãe, (em breve) a tua. Arranquei um dente do siso e ainda que me lembre que doeu não foi o pior de 2016. Sabes (?), observei-te muitas vezes sem que tivesses dado conta, a dormir, a trabalhar, a comer, a leres um livro ou a ver uma serie.